RSS

Tempo e Mudança

02 jun

Time change

Tudo o que nos sobra falta a quem precisa.

O tempo não é longo ou curto, o tempo é uma idéia, um conceito. Segundos e minutos não existem quando o que vale é a intensidade com que se vive, e isto independe de tempo. Então o que pode interessar mais: o tempo ou os eventos? Tempo é um registro na história, uma marca definida pela significância do momento. Não haveria como definir tempo sem uma referência, um uso, uma utilidade. Seguindo este raciocínio, qual é a utilidade do tempo então?

O tempo não importa no passado, e não importa no futuro. Este eterno transformador participa como testemunha de tudo o que cerca a vida, carrega a tudo mas nunca é igual para todos. Daí como melhor então testemunhar o tempo senão preenchendo a vida de qualidade?

Quanto tempo mais então esperar apenas como testemunha de tudo o que queremos mudar? Que sinal poderia ser mais forte do que a certeza de querer que fosse diferente? O que poderia impedir alguém de tentar senão si próprio? É a ironia do medo pelos fantasmas inexistentes, da obediência inconseqüente, da bruxaria da modernidade, da conformidade negligente, do egoísmo e do falso-moralismo. É deixar encantar-se pela fantasia e desistir de construir e participar. É o querer mais do que o fazer.

Ah! Se os tantos gritos de folia por festas de carnaval fossem também ouvidos pela dor dos mesmos que festejam com tanta energia diante das injustiças de um país que insiste e teima em continuar amador. Quando os ídolos estão no esporte, nas artes, nas ciências, na música, no cinema, no consumo… e não no altruísmo. Na medalha, no gol, na obra, nas linhas, nas fórmulas, nas notas, na interpretação… e não na bravura e coragem para dizer basta… o que concluir? Talvez se os gritos de dor fossem tão altos quanto os de festa e tão incômodos à minoria quanto à maioria, à regra quanto à exceção, talvez então a solidariedade e a bravura se manifestassem em proporções que pudessem mudar o rumo de um futuro tão incerto. Se estamos sempre mudando, por quê não mudar para o que acreditamos ser melhor?

Anúncios
 
1 comentário

Publicado por em 2 junho, 2008 em Cotidiano, Vida

 

Tags: ,

Uma resposta para “Tempo e Mudança

  1. Sitaro

    10 junho, 2008 at 12:25 PM

    Como tudo na vida é relativo, o tudo depende das características de vida de cada um. Segundo seu raciocínio, temos que saber administrar muito bem esse ínterim, chamado presente, com mais utilidade. Mas para algumas, o tempo pára, pede uma pausa nos eventos ou até mesmo nos obriga a freiar para daí poder pensar e prosseguir. Muitas vezes a ironia do medo nos faz vítima do tempo, mas nada como o próprio tempo para desfazer este medo.

    Beijos!

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: