RSS

Encanto em Canto

05 dez

Trigal

As palavras que compartilhei contigo foram mais do que palavras,
Foram suspiros de intenções mitigadas pela erosão da realidade,
Um quebra-cabeça da fantasia adormecida em páginas de um diário,
Reservas de um sentimento que hibernou por falta de alimento.

Tua doação provoca em meu despertar a vontade de cantar,
Enaltecendo discretamente o que num soslaio percebe-se,
Distraindo-me do excesso, concentrando-me no detalhe,
A contrariedade do porto da razão onde ancorei meu barco.

Quanto mais absurdo, tanto menos necessária uma justificativa,
Quando ainda presente teu perfume em meu corpo se faz,
Enquanto o eco de um grito distante insiste em retornar,
Lembrando ao coração que nunca é tarde para amar.

Esqueço, a cada momento novo, da rica lembrança anterior,
Insistindo para encontrar, nesta realidade, a maneira de desviar,
Negando-me ao que me transborda deste sentimento bom,
Contradizendo as próprias palavras no sorriso d’alma exposto.

E aqui deposito palavras, não mais que palavras,
Onde o silêncio de uma sintonia harmoniosa persiste,
Traduzindo nas linhas invisíveis que os símbolos não traduzem,
Entregando-me à única correnteza que permito me arrastar.

Anúncios
 
5 Comentários

Publicado por em 5 dezembro, 2007 em Poesia, Vida

 

Tags: , , , ,

5 Respostas para “Encanto em Canto

  1. gabriela

    5 dezembro, 2007 at 1:46 PM

    eis o encanto dos detalhes… com a simplicidade das palavras vc consegue extrair a profundidade de sentimentos. fantastic!

     
  2. Ulla Sinadiny

    5 dezembro, 2007 at 2:02 PM

    Esta texto encanto em canto, senti e vivi…

    Aqui vai um techo do poema de Clarice Linspector

    Existem varias dores…
    Machucar, bater, morrer…
    Mas a saudade é a dor maior

    Saudade é um pouco com fome.
    Soh passa quando se come a presença.
    Mas as vezes a saudade é tão profunda que a presença é pouco:
    quer-se absorver a outra pessoa toda.
    Essa vontade de um ser o outro
    para uma unificação inteira
    é um dos sentimentos mais urgentes que se tem na vida.

    xeroooo

     
  3. Folha ao Vento

    5 dezembro, 2007 at 4:43 PM

    Olha,
    Vc não é ruim não!
    kkkkk

     
  4. Débora Luna

    5 dezembro, 2007 at 6:13 PM

    “Um quebra-cabeça da fantasia adormecida em páginas de um diário,
    Reservas de um sentimento que hibernou por falta de alimento.”

    Precisa dizer mais nada.

    Amo você.

     
  5. karla

    6 dezembro, 2007 at 7:22 PM

    Uauuuuuuuuu! Encanto…em canto! Fiquei aqui do outro lado da telinha tentando colocar uma melodia tão harmoniosa e bela quanto o conteúdo dessas palavras…
    Sempre surpreendendo, hein loiro man!

    beijocas

    karla

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: